Vídeo: polícia italiana dispara jato d’água em ato contra Bolsonaro

Metrópoles

Protesto ocorreu numa praça a 300 metros da igreja que o presidente brasileiro visitará na cidade de Pádua, no norte da Itália

 

Polícia italiana atira jatos d'água em manifestação contra BolsonaroIgor Gadelha/Metrópoles
Enviado especial a Pádua – Dezenas de manifestantes se reuniram nesta segunda-feira (1º/11), na Praça Prato della Valle, em Pádua, no norte da Itália, para se manifestar contra o presidente Jair Bolsonaro. O ato ocorreu pouco antes de Bolsonaro visitar a cidade e acabou sendo dispersado pela polícia italiana com jatos d’água, mesmo em meio a um frio de 12 °C.

Confira o vídeo:

O grupo de manifestantes, na maioria brasileiros, estavam desde 14h (horário local) com bandeiras, faixas, cartazes, em português e italiano. E diziam gritos de guerra. Eles protestavam contra a falta de atuação do governo brasileiro em relação ao meio ambiente e pediam a saída de Bolsonaro do poder.

A reportagem do Metrópoles

, que estava no local, presenciou pelo menos três oportunidades em que os policiais usaram jatos d’água para afastar as pessoas (veja no vídeo). Também jogaram bombas de gás lacrimogêneo. Os militares estavam com cães treinados, mas não soltaram os animais contra os manifestantes.

Após os jatos d’água, os manifestantes se dispersaram por volta das 16h. O local do protesto fica a cerca de 300 metros da Basílica de Santo Antônio de Pádua, a qual Bolsonaro pretende visitar ainda nesta segunda-feira. No local, apoiadores do presidente o aguardam sem qualquer reação da polícia.

error: