Vencedora do BBB 19, Paula terá que depor por intolerância religiosa | Claudio Tognolli

Vencedora do BBB 19, o que lhe rendeu o prêmio de R$ 1,5 milhão, Paula terá que depor na próxima semana na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi). De acordo com a Polícia Civil do Rio, ela é investigada por injúria por preconceito baseada em intolerância religiosa, informa reportagem do Jornal Extra.

 

As declarações que motivaram a investigação aconteceram ainda durante o programa, dentro da casa do Big Brother Brasil. Após uma conversa com Diego e Hariany, Paula disse que tinha medo de Rodrigo por ele ter contato com “esse negócio de Oxum”. Ela também declarou que “nosso Deus é maior”.

Quando saiu da casa, Paula, que é bacharel em Direito, afirmou que vai procurar se retratar com todo mundo que magoou dentro e fora do confinamento por conta de suas declarações. “Eu não tenho noção do que está acontecendo aqui fora. Não sei bem o que fiz e falei. Só tenho noção de que falo coisas desnecessárias 24 horas por dia. Vou me retratar com todo mundo. Fui eu mesma e não medi as palavras”, disse.

error:
0