Um novo documento publicado no jornal oficial do Governo dos EUA (Registro Federal) diz que Washington adicionou Caracas à lista de países que representam preocupações de segurança nacional para as suas exportações devido à presença de militares estrangeiros no país latino-americano | Claudio Tognolli

Sputnik – Um novo documento publicado no jornal oficial do Governo dos EUA (Registro Federal) diz que Washington adicionou Caracas à lista de países que representam preocupações de segurança nacional para as suas exportações devido à presença de militares estrangeiros no país latino-americano.

“Nesta regra final, o Escritório de Indústria e Segurança (BIS) altera os Regulamentos da Administração de Exportações (EAR) para retirar a Venezuela do Grupo B, que concede tratamento favorável a certas exportações de produtos controlados pela Segurança Nacional, e transfere a Venezuela para o Grupo D:1, que agrupa países que geram preocupações para a segurança nacional”, cita o relatório divulgado em 22 de maio.

O texto explica que o motivo da mudança de grupo se deve à “introdução de pessoal e equipamentos militares estrangeiros na Venezuela”.

“As mudanças nesta regra final também harmonizam melhor as designações de Grupos de Países quanto à Venezuela com outras disposições da EAR relacionadas à segurança nacional que já se aplicam à Venezuela”, acrescenta a declaração.

O documento também especifica que Washington acrescentou Caracas à lista de países que geram preocupações quanto a “armas nucleares, químicas, biológicas e tecnologia de mísseis”.

error:
0