Trump ataca principal cientista dos EUA sobre o coronavírus e o ameaça de demissão | Claudio Tognolli

 O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump ofendeu o principal cientista do governo e maior especialista em doenças infecciosas do país, Anthony S. Fauci. Segundo o chefe da Casa Branca, as pessoas estão “cansadas” de ouvir falar sobre o vírus, ainda que especialistas tenham alertado que o país está caminhando para outra onda de coronavírus. E disparou contra o cientista: “As pessoas estão cansadas de ouvir Fauci e esses idiotas, todos esses idiotas que erraram”, disse Trump.

O presidente dos EUA também chamou Fauci de um cara “legal”, mas que está no cargo há muito tempo. “Ele está aqui há 500 anos”, disse. “Toda vez que ele vai à televisão, há sempre uma bomba, mas há uma bomba maior, que é demitir ele. Esse cara é um desastre.”

Os ataques a Fauci ocorrem em um momento em que os EUA registram mais casos de coronavírus – mais de 8 milhões – e mais mortes – quase 220 mil – do que qualquer outro país do mundo, informa O Estado de S.Paulo.

Segundo o New York Times, os conselheiros do presidente tentam fazer com que ele demita o especialista em doenças infecciosas, de 79 anos, que continua popular no país.

Este último ataque do presidente ao popular doutor Fauci provocou uma dura reação do senador republicano Lamar Alexander. “O doutor Fauci é um dos servidores públicos mais distinto do nosso país. Serviu a seis presidentes, a começar por Ronald Reagan”, tuitou Alexander.

Em uma entrevista transmitida na noite de domingo pelo programa 60 Minutes, da CBS, Fauci disse que não ficou surpreso que o próprio tenha Trump contraído o vírus.

Há uma semana, Fauci expressou seu descontentamento pelo uso de imagens suas em um anúncio de campanha de Trump sobre o coronavírus

error: