O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou para julgamento a Ação Penal (AP) 1003, aberta contra a senadora Gleisi Hoffman (PT-PR) e seu marido, o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo. O decano é o revisor do processo, que será julgado pela Segunda Turma em data ainda a ser definida.

Na ação, relatada pelo ministro Edson Fachin, o ex-ministro Paulo Bernardo, sua esposa – a senadora Gleisi Hoffmann – e o empresário Ernesto Kugler Rodrigues são acusados de solicitar e receber R$ 1 milhão oriundos de esquema de corrupção na Petrobras para a campanha eleitoral de Gleisi ao Senado, em 2010. A denúncia foi recebida pela Segunda Turma em julgamento realizado em setembro de 2016.

Confira a íntegra do despacho.

error:
0