PUC-RIO É EXPULSA DE COMPETIÇÃO APÓS CASOS DE RACISMO – Claudio Tognolli

Casos de racismo praticados pela torcida da PUC-Rio neste fim de semana durante os Jogos Jurídicos em Petrópolis, na Região Serrana, ganharam grande repercussão nas redes sociais. Os alvos foram alunos da Uerj, UFF e da Universidade Católica de Petrópolis (UCP). Segundo pessoas que estavam presentes nos jogos durante o fim de semana, cascas de bananas foram jogadas em direção a atletas, além de torcedores/alunos imitarem macaco.

Lideranças de movimentos negros das instituições pedem, além da retirada do título, a suspensão de um ano e a não participação nos próximos Jogos Jurídicos, a identificação dos autores dos crimes. Dois deles teriam sido citados no registro de ocorrência feito na 105ª DP (Petrópolis). Leia mais no Jornal O Dia.

Em um comunicado sobre o episódio nas redes sociais, os professores Augusto Sampaio, vice-reitor Comunitário da PUC-Rio, e Francisco de Guimaraens, diretor do Departamento de Direito da PUC-Rio, afirmaram que, “após tomar conhecimento, pelas redes sociais, de informações sobre atos de racismo possivelmente ocorridos durante os jogos jurídicos, a Vice-Reitoria Comunitária e o Departamento de Direito da PUC-Rio decidiram constituir Comissão Disciplinar para averiguação das informações e, caso confirmada a veracidade, a apuração e a individualização das responsabilidades de membros do corpo discente”.

“A Comissão Disciplinar será composta pelos professores Breno Melaragno, professor de Direito Penal, Job Gomes, professor de Direito do Trabalho e de Direito Desportivo, e Thula Pires, coordenadora do NIREMA (Núcleo Interdisciplinar de Reflexão e Memória Afrodescendente) e professora de Direito Constitucional, e terá prazo de quinze dias para elaboração de relatório”, dizem ainda (leia aqui a íntegra).

error:
0