Projeções feitas por Mandetta apontam que Brasil terá mais de 100 mil mortos pela Covid-19 até agosto | Claudio Tognolli

Projeções feitas pela equipe do ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta apontam que a curva de mortes decorrentes da Covid-19 no Brasil ainda não chegou ao pico. Segundo reportagem da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, as projeções apontam que o Brasil deverá superar o número de 100 mil mortes devido à infecção até agosto deste ano.

A reportagem ressalta que as projeções de Mandetta sempre alertaram que o pico da pandemia no Brasil se situaria entre os meses de maio e junho, alcançando a estabilidade em julho.

“Se o número de óbitos permanecer em torno de 1.300 por dia, como está hoje, o recorde macabro de 100 mil vítimas será atingido nos próximos dois meses”, destaca a reportagem.

error: