Procurador Marcio Christino sobre PM heroína : ” Um país que não cultua seus heróis é um país sem memória, um país sem valores” – Claudio Tognolli

Por Marcio Sergio Christino

Um país que não cultua seus heróis é um país sem memória, um país sem valores. Quem é o herói? É aquele que não exita em enfrentar o risco, que faz o que outro na sua condição não faria, que encara o desafio, que se põe deliberadamente em perigo por terceiro. Alguns se dispõem a fazer do risco seu cotidiano, policiais e bombeiros são os exemplos mais visíveis.

Mas nem sempre o desafio surge quando nos preparamos, às vezes surge repentinamente, de surpresa, sem prévio sinal. É justamente nestes momentos que o herói mostra a que veio, sem o apoio que recebe em serviço, contando apenas consigo mesmo e seu destemor, coragem e habilidade, assim mesmo reage e faz cessar o risco ao qual outros estavam expostos. Seus valores são os mais prezados pela sociedade. Lutou por eles.

É o caso da policial Kátia que reagindo a um roubo praticado nos portões de uma escola onde havia apenas mulheres e crianças reagiu e pôs fim a atividade criminosa. Como não homenageá-la? Como não reconhecer seu valor? Porque exigir-se o silêncio anônimo de quem se arriscou por nós? Por qual razão se pretende que seu ato de heroísmo, sim, foi um ato de heroísmo, seja negado ou omitido da sociedade? O Brasil não cultua seus heróis. Não compreende que negar o heroísmo é elogiar a vilania. Parabéns à Policial Kátia Sastre, que defendeu a sociedade. Você representa o povo brasileiro.

error:
0