Procon detecta cartel de aumento de combustíveis em Campos dos Goytacazes e João Pessoa em escala de até 97% dos estabelecimentos – Claudio Tognolli

O Procon de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, registrou aumento no preço dos combustíveis em postos da cidade no mês de abril. A pesquisa foi realizada em 30 estabelecimentos localizados no Centro, em Guarus e em Goitacazes.

No fim do último passado, o litro do combustível era encontrado a R$ 4,30 e passou a ser comercializado pelo valor médio de R$ 4,50, no levantamento realizado em janeiro. Em comparação à última pesquisa, todos os combustíveis apresentaram aumento de preço.

A gasolina comum, de uma média de R$ 4,50 foi para R$ 4,57, a aditivada passou de R$ 4,67 para R$ 4,78. O etanol de R$ 3,43 é encontrado a R$ 3,47. O diesel, por sua vez, passou de R$ 3,50 para R$ 3,53, já o do tipo S-10 de R$ 3,56 está custando R$ 3,70.

O preço do litro da gasolina subiu em 99 postos de combustíveis de João Pessoa, o que equivale a 97% do total de 102 postos da capital paraibana. A constatação é de uma pesquisa realizada pela Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP) nesta quinta-feira (3), em comparação com a pesquisa anterior, feita em 17 de abril.

O menor preço da gasolina subiu mais de 20 centavos. O valor passou de R$ 3,729 para R$ 3,969 (Postos BSB, Cidade, Villagio e Z – Bancários). O maior preço do produto também registrou elevação em relação a abril, saindo de R$ 4,149 para R$ 4,199 (JR – Manaíra, Quadramares, Opção – Manaíra).

Já o Gás Natural Veicular (GNV), que teve reajuste do Governo Estadual no início desta semana, registrou aumento em 10 dos 11 postos que revendem o produto atualmente na cidade. O menor preço é comercializado a R$ 2,969 (Posto Pichilau Ronaldão – Cristo) e, o maior, a R$ 3,199 (GP Excel Gás – Funcionários). Na pesquisa de abril, o menor preço estava em R$ 2,950 e o maior em R$ 2,999.

O litro do óleo diesel S10 também apresentou elevação nos preços, de acordo com o levantamento atual, com o menor passando de R$ 3,290 para R$ 3,387 (Extra Petroleo – Mangabeira II) e, o maior, sendo praticado a R$ 3,799 (Deville – José Américo), quando em abril era R$ 3,699. De acordo com esta pesquisa comparativa, nenhum posto baixou o preço do óleo S10, 85 aumentaram e três mantiveram.

error:
0