Preso suspeito no caso Marielle – Claudio Tognolli

O suspeito Thiago Bruno Mendonça, conhecido como Thiago Macaco, foi preso pelos policiais da Delegacia de Homicídios da Capital na tarde desta quarta-feira (30).

Thiago foi preso dentro de uma loja no Shopping Nova América, em Del Castilho, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

O suspeito é acusado de matar Carlos Alexandre Pereira Maria, o Cabeça, tido como colaborador do vereador Marcelo Siciliano (PHS). Carlos Alexandre foi morto no dia 8 de abril.

Thiago Bruno Mendonça foi citado em depoimento de uma testemunha considerada chave para a investigação da morte de Marielle Franco, segundo aponta o jornal O Globo.

A vereadora do PSOL foi morta junto com seu motorista, Anderson Gomes, no dia 14 de março, quando voltavam de um evento no na região central do Rio de Janeiro.

A testemunha ouvida pela polícia aponta que Thiago seria ligado ao chefe da milícia de Boiúna, atualmente preso, e ambos teriam participado do assassinato da vereadora. A testemunha também afirma que Thiago teria clonado um dos carros utilizados pelos assassinos na noite do crime.

Outro suspeito foi preso pela polícia no dia 19 deste mês e a polícia agora procura Ruy Ribeiro Bastos, suspeitos de executar o crime. As investigações continuam e apuram ainda se o crime teve mais participantes.

error:
0