Porta-voz diz que 'do ponto de vista gramatical' Bolsonaro não foi 'descortês' com Greta | Claudio Tognolli

Em entrevista coletiva, o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, tentou, sem sucesso, defender os ataques de Jair Bolsonaro contra a ativista ambiental sueca Greta Thunberg , de 16 anos, e usou os mesmo termos de Bolsoanro reafirmando a posição do governo.

Bolsonaro chamou Greta de “pirralha”, mas para Otávio Rêgo, “do ponto de vista gramatical”, o presidente Jair Bolsonaro não foi “descortês” com a jovem ativista nem considerou que haja um tom pejorativo no termo, pois ele chama o seu filho de pirralho.

“Vocês já deram uma “googlada” sobre o que é pirralho? Dá uma “googlada”. Pirralho é criança ou pessoa de pequena estatura. Onde que presidente foi inadequado, foi descortês com a Greta? Ela é uma pirralha. Ela é uma pessoa de pequena estatura e uma criança”, disse.

Ao ser questionado por jornalistas sobre a morte de indígenas no Maranhão, Bolsonaro criticou o espaço que a imprensa dá a Greta.

“Índio? Qual o nome daquela menina lá? De fora, lá? Greta. A Greta já falou que os índios morreram porque estavam defendendo a Amazônia. É impressionante a imprensa dar espaço para uma pirralha dessa aí. Pirralha”, disse na saída do Palácio da Alvorada.

Greta é conhecida mundialmente por sua atuação contra as mudanças climáticas e em defesa do meio ambiente. Em sua rede social, Greta afirmou que “os povos indígenas estão literalmente sendo assassinados por tentar proteger a floresta do desmatamento ilegal” e que é “vergonhoso que o mundo permaneça calado sobre isso”.

Greta rebateu a declaração de Jair Bolsonaro alterando o seu perfil nas redes sociais para “pirralha”.

error:

Notice: Undefined index: prnt_scr_msg in /var/www/wp-content/plugins/wp-content-copy-protector/preventer-index.php on line 171