Políticos de oito países criam aliança para fazer frente à China | Claudio Tognolli

Money Times/Bloomberg

Um grupo de destacados políticos de oito democracias, incluindo os Estados Unidos, criou uma aliança de parlamentares para ajudar a combater o que consideram a ameaça que a crescente influência da China representa para o comércio global, segurança e direitos humanos.

Aliança Interparlamentar sobre a China, apresentada na sexta-feira, surge quando os EUA enfrentam o desafio de conseguir uma aliança coesa para fazer frente à crescente influência econômica e diplomática da China.

Os EUA condenaram a decisão do governo de Pequim de impor uma legislação de segurança nacional em Hong Kong que ameaça a autonomia da cidade.

O grupo disse que pretende “construir respostas apropriadas e coordenadas e ajudar a criar uma abordagem proativa e estratégica em questões relacionadas à República Popular da China”.

O senador republicano dos EUA Marco Rubio e o democrata Bob Menéndez, o ex-ministro de Defesa japonês Gen Nakatani, Miriam Lexmann, da comissão de relações exteriores do Parlamento Europeu e o influente parlamentar conservador do Reino Unido Iain Duncan Smith são copresidentes do grupo recém-lançado.

“A China, sob o comando governo do Partido Comunista Chinês, representa um desafio global”, disse Rubio em mensagem de vídeo no Twitter.

O senador é crítico frequente do governo de Pequim e defensor de legislação nos EUA para medidas que abordem as ações da China em Hong Kong.

error: