PF aponta que Collor desviou recursos de patrocínios da Petrobras e da Caixa | Claudio Tognolli

 O ex-presidente Fernando Collor de Mello é alvo de uma investigação da Polícia Federal que indica desvios para as suas empresas recursos de patrocínios obtidos da Petrobras e da Caixa. O valor nas transações pode chegar a R$ 2,55 milhões.

 

Segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo, os acordos foram firmados entre o Instituto Arnon de Mello de Liberdade Econômica, que leva o nome do pai do congressista, e as estatais com inexigilbilidade de licitação para desenvolver projetos culturais de 2010 a 2016.

A reportagem indica que R$ 2,3 milhões dos valores repassados a Collor tiveram origem na Petrobras, de 2010 a 2015, e foram usados em projetos como “Os Reflexos da Descoberta do Pré-Sal no Desenvolvimento do Nordeste Brasileiro”.

error: