Oito em cada dez operações policiais no Rio resultam em morte | Claudio Tognolli

Oito em cada dez operações policiais na Região Metropolitana do Rio de Janeiro em outubro resultaram em morte, de acordo com o relatório produzido pelo Grupo de Estudos dos Novos Ilegalismos (Geni) da Universidade Federal Fluminense (UFF). Os números convergem com um levantamento divulgado na quarta-feira (25) pelo Instituto de Segurança Pública do Rio (ISP-Rio), que apontou 145 mortes por intervenção policial no estado a maior quantidade em seis meses.

Coordenador do Geni, sociólogo André Hirata destacou que “no mês de setembro, 3 em cada 10 operações tinham mortes como resultado”. “Em outubro, esse número subiu e são 8 em cada 10 operações que resultam em mortes. Há um descontrole neste aumento”, disse, conforme relato do portal G1.

“Apesar de ter o mandado do uso da força, é preciso que as policias usem estratégia. Mas o que a gente observa é que isso não tem acontecido. Isso é o mais estarrecedor. No mês de outubro, parece que foi assumido pelo Governo do Estado do Rio que as operações deveriam voltar de forma rotineira. Só que elas deveriam ser utilizadas em situações excepcionais”, acrescentou.

error: