O TRF-4 irá julgar o recurso do ex-ministro Antonio Palocci a quatro dias do segundo turno das eleições – Claudio Tognolli

O TRF-4  irá julgar o recurso do ex-ministro Antonio Palocci. E o julgamento será a quatro dias do segundo turno das eleições. O timing protocolar da condenação de Palocci está diretamente associado com as eleições. Duas semanas antes do primeiro turno, o juiz Sergio Moro, responsável pela condenação de Palocci e pelas ações da Lava Jato em primeira instância, liberou parte da delação premiada assinada com a PF (Polícia Federal) em que o ex-ministro faz acusações contra ex-presidentes petistas.

A reportagem do portal UOL destaca que “segundo a delação [do ex-ministro], Lula teria chamado Palocci para uma reunião no Palácio da Alvorada, em fevereiro de 2007, logo após a reeleição do petista para seu segundo mandato. No encontro, diz o ex-ministro, Lula teria, ‘bastante irritado’, lhe informado que teve conhecimento de que os diretores da Petrobras Paulo Roberto Costa e Renato Duque estavam cometendo crimes na estatal”.

error:
0