O presidente interino do Superior Tribunal Militar (STM), ministro José Barroso Filho, negou pedido  de habeas corpus impetrado pela defesa do segundo sargento da Aeronáutica Manoel Silva Rodrigues, preso na Espanha sob acusação de transportar 39 kg de cocaína na comitiva do presidente Jair Bolsonaro | Claudio Tognolli

O presidente interino do Superior Tribunal Militar (STM), ministro José Barroso Filho, negou pedido  de habeas corpus impetrado pela defesa do segundo sargento da Aeronáutica Manoel Silva Rodrigues, preso na Espanha sob acusação de transportar 39 kg de cocaína na comitiva do presidente Jair Bolsonaro.

A decisão foi dada na 6ª (12.jun.2019) e divulgada neste sábado (13.jun). O advogado do sargento, Carlos Alexandre Klomfahs, pediu a soltura de Rodrigues sob alegação de que o sargento é vítima de “constrangimento ilegal”. Ele diz que não teve acesso ao Inquérito Policial Militar (IPM) aberto pela Força Aérea Brasileira (FAB) para apurar o caso.

A polícia espanhola divulgou a 5 de julho fotos da cocaína apreendida com o segundo-sargento Manoel da Silva Rodrigues.

error:
0