O ‘PLANO INFALÍVEL’ PARA PROVOCAR UM CONFLITO DE PODERES QUE O BOZO ACABA DE ANUNCIAR NÃO PASSA DE OUTRA DERROTA ANUNCIADA: ELE SE DESCONSTROI SOZINHO! Celso Lungaretti | Claudio Tognolli
celso lungaretti
AINDA NÃO CAIU PARA O BOZO A FICHA DE QUE OS SENADORES O VEEM COMO DOIDO PERIGOSO:
VAI ATRÁS DE OUTRA DERROTA

Pior presidente da República de nossa História e maior assassino de brasileiros em todos os tempos, responsável por centenas de milhares de mortes de cidadãos que sobreviveriam à covid se não fosse seu negacionismo tosco e sua sabotagem premeditada das medidas sanitárias, Jair Bolsonaro insiste em afligir os governados e desmoralizar o país.

 
Mal saído da tríplice derrota de 3ª feira passada (vide aqui), ele acaba de anunciar que pretende levar outra surra, submetendo ao Senado um pedido de abertura de processo contra os ministros do STF Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso (que também preside o TSE).
 
Motivo real: retaliá-los por estarem cumprindo fielmente os deveres que seus cargos lhes impõem, ao contrário do próprio Bolsonaro, que não passa de um agitador e golpista em tempo integral, deixando as tarefas governamentais ao Deus dará e fazendo do Brasil uma terra arrasada, motivo de repulsa e de chacotas nos países civilizados. 
 
Pretexto de ocasião: a estapafúrdia presunção de que um deputado descontrolado, que (como estrela do mensalão) já cumpriu pena por corrupção e lavagem de dinheiro, estaria tendo sua liberdade de expressão cerceada por impedirem-no de continuar delinquindo ao, dia após dia, exibir armas, pregar golpe de Estado e clamar pela prisão de ministros do Supremo, além de ofendê-los e ameaçá-los. 
 
Mentira mais cabeluda: mandando às favas o decoro do cargo, o Bozo acrescentou na manhã deste sábado, 14, mais uma fake news à enormidade que colocou em circulação desde que ostenta a faixa presidencial, pois teve o desplante de afirmar que não deseja uma ruptura institucional, quando Deus e o mundo sabem que ele não faz outra coisa ultimamente a não ser tentar provocá-la, já que seu prestígio está em queda galopante e tudo faz crer que, havendo eleição daqui a 14 meses e ele não tendo ainda sido recolhido ao Pinel, nem ao 2º turno chegará.  
Jefferson no xilindró: baluarte das más causas
 
É só blefe, como sempre. Seu guru Donald Trump já lhe queimou o filme, ao mostrar didaticamente como os alucinados da extrema-direita agem na iminência de serem expelidos dos seus cargos pela via eleitoral, ou seja, botando fogo no país. Sem a vantagem da surpresa, os planos infalíveis do Bozo desmancham no ar. 
 
O apoio que ele compra com cargos, vantagens indevidas e  proteção para contraventores (começando, neste quesito, pelos filhos que ele designa por números…)  não é suficiente para pôr o Incrível Exército de Bozoleone em marcha com seus tanques enfumaçados.
 
E senadores, se não por convicções democráticas, pelo mero senso comum sabem que bater palmas para um maluco desses dançar é perigoso. Seus mandatos não  vão valer quase nada e poderão ser cassados a qualquer momento no caso de uma nova recaída nas trevas. Gatos escaldados têm medo de água fria.
 
De resto, contra os blefes do palhaço sinistro só há uma resposta que funciona: pagar pra ver. Sua tradição de amarelar nos momentos cruciais vem de longe. (por Celso Lungaretti, jornalista, escritor e anistiado político, que se orgulha de haver outrora resistido à ditadura endeusada por Bolsonaro & Filhos e de estar agora resistindo às suas farsescas tentativas de bisarem aquela tragédia)
error: