O jornalista Merval Pereira avalia que as mensagens trocadas entre o ex-juiz Sergio Moro e os procuradores da Lava Jato podem inocentar o ex-presidente Lula | Claudio Tognolli

O jornalista Merval Pereira avalia que as mensagens trocadas entre o ex-juiz Sergio Moro e os procuradores da Lava Jato podem inocentar o ex-presidente Lula. “Há uma corrente de criminalistas que entende que as provas ilegais podem ser usadas para defender o réu. Se elas demonstram a parcialidade do julgador, podem ajudar a soltar o condenado, que é o que querem para Lula. Mas é improvável que um criminalista aceite a tese contra seu cliente, se, por exemplo, houver uma gravação ilegal que prove sua culpa”, diz ele, em sua coluna.

“O Supremo, onde certamente chegará o caso, não pacificou ainda a jurisprudência. Tem decidido a favor da tese de que provas ilegais corrompem todo o processo, mas também, em alguns casos, aceita que elas possam ser usadas pela defesa, para corrigir uma eventual injustiça”, aponta o jornalista.

error: