O deputado federal Alexandre Frota (SP) admitiu que gostaria de ver Fabrício Queiroz na prisão – Claudio Tognolli

Os escândalos envolvendo direta ou indiretamente o presidente Jair Bolsonaro começa a pegar fogo dentro do próprio PSL, partido dele. O deputado federal Alexandre Frota (SP) admitiu que gostaria de ver Fabrício Queiroz na prisão.

“Sórdidos sobem aqui para falar do Queiroz. Eu também quero o Queiroz preso”, disse Frota na tribuna da Câmara.

Queiroz foi assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) quando o parlamentar era deputado estadual no Rio. Segundo o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), o ex-assessor fez movimentação financeira atípica de R$ 1,2 milhão feita durante um ano.

O órgão também identificou que, entre junho e julho de 2017, foram efetuados 48 depósitos em dinheiro numa conta de Flávio que totalizam R$ 96 mil. O teor do documento foi divulgado pelo Jornal Nacional.

error:
0