O bloqueio no orçamento anunciado pelo governo nesta sexta-feira (22) fará com que a verba para custeio e investimentos seja a menor desde 2008 | Claudio Tognolli

De acordo com o G1, o bloqueio no orçamento anunciado pelo governo nesta sexta-feira (22) fará com que a verba para custeio e investimentos seja a menor desde 2008. No total, o bloqueio anunciado é de R$ 29,7 bilhões. Segundo a equipe econômica, o objetivo é garantir o cumprimento da meta fiscal deste ano.

Waldery Rodrigues Júnior, secretário de Fazenda do Ministério da Economia, explicou que com a medida o limite dos gastos discricionários (não obrigatórios) caiu de R$ 129 bilhões para R$ 90 bilhões neste ano. O governo diz que buscará reverter o bloqueio.

“Se for confirmado o teto de R$ 90 bilhões para as despesas não obrigatórias, podem faltar recursos para alguns serviços do governo. Em 2017, por exemplo, quando o teto era de R$ 117 bilhões, a impressão de passaportes e as fiscalizações contra o trabalho escravo chegaram a ser suspensas ou reduzidas. Também houve redução nos recursos para as universidades federais”, diz a reportagem.

error:
0