Novo ministro do Trabalho suspende procedimentos sobre registro sindical – Claudio Tognolli
(Marcos Corrêa/PR/Fotos Públicas)

O ministro do Trabalho, Caio de Mello, suspendeu “todos os procedimentos de análise, bem como as publicações relativas a processo de registro sindical pelo prazo de 90 (noventa) dias”. A portaria está no “Diário Oficial da União” desta quinta-feira (12).

Mello assumiu a pasta nesta terça-feira (10), após o ministro do Trabalho, Helton Yomura (PTB), ser afastado do cargo depois de nova fase da Operação Registro Espúrio, da Polícia Federal.

Ontem (11) o ministro Caio Vieira de Mello informou em reunião com o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, que também vai editar portaria para suspender todas as licitações e contratos do ministério a fim de apurar eventuais fraudes.

No mês passado, a Secretaria de Relações do Trabalho do Ministério já havia determinado a suspensão, pelo prazo de 90 dias, da emissão de mais de 180 certidões sindicais, também com o objetivo de apurar possíveis irregularidades.

 

 

error:
0