MPSP designa promotoras de Justiça para acompanhar o caso Neymar | Claudio Tognolli

As promotoras de Justiça de Enfrentamento à Violência Doméstica Estefânia Ferrazzini Paulin, Flávia Cristina Merlini e Katia Peixoto Vilani Pinheiros Rodrigues foram designadas pelo MPSP  para acompanhar o inquérito policial em que é investigada suposta agressão sexual cometida pelo jogador Neymar contra a modelo Najila Trindade, em Paris. A portaria 7807/19 com as designações foi publicada no “Diário Oficial” do último sábado.

 

As promotoras vão acompanhar os desdobramentos da investigação policial no âmbito do Boletim de Ocorrência 2564/19, que tramita na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, em Santo Amaro.

error: