Mourão afronta Bolsonaro e defende neutralidade do governo se Trump judicializar eleição nos EUA | Claudio Tognolli

O vice-presidente, general Hamilton Mourão, voltou a se posicionar de forma contrária a Jair Bolsonaro ao afirmar que o Brasil deverá adotar uma posição “neutra” caso as eleições presidenciais nos Estados Unidos acabem sendo judicializadas. “Neutra, lógico. Não temos nada a ver com as questões internas americanas. Isso é princípio constitucional nosso. A gente não admite ingerência nos nossos assuntos internos e também não fazemos nos assuntos internos dos outros”, disse ele nesta terça-feira (3), de acordo com reportagem do jornal O Globo

.

Declaração de Mourão foi feita pouco após Jair Bolsonaro usar as redes sociais para dizer que o pleito norte-americano desperta “interesses globais” que levantam suspeitas de “ingerências de outras potências no resultado final das urnas”.

 

error: