(Foto: Rodolfo Buhrer / Paraná Portal)

De Nova York, onde participou de um evento patrocinado pela Lide, grupo empresarial pertencente à família do tucano João Doria, o juiz Sérgio Moro afirmou que os casos de combate à corrupção no Brasil devem ajudar o país a obter maior produtividade. Segundo ele, a atuação de diversos setores no país contra crimes está crescendo o que deve resultar em benefícios para a economia. “No Brasil, nós podemos atrair mais investidores e tornar a democracia mais forte”, afirmou Moro ao receber o prêmio de personalidade do ano da Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos. “A atuação no Brasil contra a corrupção está maior”, completou.

Ele citou o caso da Operação Lava-Jato no qual tomou várias decisões judiciais e ressaltou que investigações são realizadas por diversos setores, como a polícia, e não apenas no Judiciário. O juiz mencionou ainda uma pesquisa que concluiu favoravelmente à continuidade das investigações no processo. Segundo ele, as pessoas ouvidas sobre as investigações concluíram em maioria que “houve proteção no Brasil contra a corrupção” com apoio à Operação Lava-Jato. “Ao todo, 80% dos brasileiros querem que o caso continue”, afirmou.

O juiz ressaltou ainda que nos processos envolvendo corrupção os juízes devem agir com cautela. Outro aspecto importante, de acordo com ele, é a atuação de funcionários de outros cargos que atuam em casos de combate à corrupção, como os policiais. “A corrupção não é apenas um problema do governo ou do setor público. Há também os setores envolvendo líderes privados”, acrescentou

error:
0