Maia critica previsão de 16 de abril e cobra pagamento antecipado de renda emergencial | Claudio Tognolli

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), cobrou o governo federal para que pague a renda emergencial de R$ 600 aos trabalhadores informais, aprovada no Senado nesta segunda-feira 30, antes da previsão dada pelo ministro Onyx Lorenzoni, da Cidadania.

 

Segundo Onyx, o salário deve começar a ser pago apenas em 16 de abril. Para Maia, “16 de abril não parece tão emergencial para quem precisa desse recurso”. Segundo ele, “o governo tem toda a condição” de pagar antes.

Nesta tarde, em coletiva de imprensa, o ministro da Economia, Paulo Guedes, foi questionado se o texto foi uma “novidade” para o governo, uma vez que já vinha sendo debatido no Congresso antes da aprovação de ontem e já poderia estar agindo para acelerar o pagamento.

error: