Leia a condenação do ex-senador Clésio Andrade | Claudio Tognolli

O ex-senador Clésio Andrade (MDB), vice-governador de Minas Gerais durante a gestão de Eduardo Azeredo (PSDB), foi condenado a 5 anos, 7 meses e 15 dias de reclusão por participar de esquema de desvios de R$ 3,5 milhões em estatais mineiras em 1998. Segundo a juíza Lucimeire Rocha, da 9ª Vara Criminal de Belo Horizonte, ele praticou lavagem de dinheiro por meio de empresas do operador Marcos Valério — mais tarde conhecido pela Ação Penal 470, o processo do mensalão.

A denúncia aponta que, em 1998, as estatais Bemge, Comig e Copasa apoiaram eventos esportivos por determinação da Secretaria de Comunicação do estado. O dinheiro circulou por meio de “complexas operações financeiras”, de acordo com a sentença, até chegar ao caixa da campanha eleitoral de Azeredo e Clésio, que tentavam a reeleição mas acabaram derrotados.

cle
error: