Lamachia, presidente da OAB: penitenciária de Monte Cristo (RR) é uma bomba relógio prestes a explodir – Claudio Tognolli

A OAB Nacional fez uma vistoria no presídio de Monte Cristo, em Roraima. A situação é preocupante e deixa a crise que abate o Estado de Roraima ainda mais grave. É urgente que as autoridades federais e estaduais comecem a se entender sobre como resolver a situação.

Abaixo, o posicionamento oficial da OAB Nacional e o relato do presidente Claudio Lamachia sobre a situação do presídio:

“É inaceitável a disputa travada neste momento entre o governo Federal e o de Roraima sobre quem deve responder pelas soluções urgentes para a crise que prejudica a população estadual. Roraima passa por uma grave crise que tem diversas dimensões, é humanitária, mas também de segurança e de saúde pública.

Além da crise migratória e do possível apagão energético, as autoridades federais e estaduais devem ter atenção prioritária para a questão do sistema prisional. Na vistoria realizada pela OAB no presídio de Monte Cristo, que é a síntese dos problemas que existem nas prisões de grande parte das unidades da federação, constatamos que ele pode ser o palco da próxima grande tragédia nacional.

O Estado perdeu completamente o controle sobre aquela unidade prisional. As autoridades precisam pedir permissão para os líderes das facções criminosas para cumprir suas funções mais elementares como levar detentos a audiências ou cumprir alvarás de soltura, assim como quando os advogados precisam ter acesso a seus clientes. Ou seja: a penitenciária de Monte Cristo é uma bomba relógio prestes a explodir enquanto as autoridades fazem um jogo de empurra-empurra.

A situação serve também de gancho para que, de uma vez por todas, os candidatos à Presidência da República, comecem a apresentar propostas concretas para a área de segurança pública, que deve ser prioridade do próximo governo”.

CLAUDIO LAMACHIA, presidente nacional da OAB

error:
0