General Mourão: “Uma Constituição não precisa ser feita por eleitos pelo povo” – Claudio Tognolli

Candidato a vice-presidente na chapa de Jair Bolsonaro, o general Hamilton Mourão disse nesta quinta-feira (13), em Curitiba, ser favorável à elaboração de uma nova Constituição para o Brasil, “mais enxuta” que a atual, e escrita pelo que ele definiu por uma “comissão de notáveis”.

“Uma Constituinte [como a de 1987] não é o caso, foi um erro que nós cometemos no passado, com um Congresso que se tornou Constituinte. É melhor uma comissão de notáveis e submeter o processo a plebiscito para aprovação da população”, disse, após fazer uma palestra a um auditório lotado no Instituto de Engenharia do Paraná.

“Quem são os notáveis? Aqueles grandes juristas, aqueles constitucionalistas, que têm conhecimento do assunto”, disse, ao ser questionado se o processo é democrático. “Uma Constituição não precisa ser feita por eleitos pelo povo. Tivemos isso em período democrático, em 1946. Não foi só o Congresso que a redigiu.”

“Essa é a minha visão, não é a opinião do Bolsonaro”, ressalvou o vice do presidenciável do PSL.

error:
0