General Mourão propõe que brasil negocie derrubada de Maduro – Claudio Tognolli

O vice-presidente do Brasil, general Hamilton Mourão propõe a criação de canais reservados de diálogo com autoridades venezuelanas para viabilizar a saída do presidente Nicolás Maduro.

“Não nos abstemos de buscar um canal de diálogo com Maduro para que alguém lhe diga: ‘Meu amigo, chegou a hora’. Mas ainda não temos esses canais abertos”, disse o general Mourão, um dos nomes mais poderosos no governo de Jair Bolsonaro em Brasília, particularmente em questões de política externa”.

As declarações foram reproduzidas em matéria do jornal britânico Financial Times, publicada no Brasil pelo Valor Econômico. O general da reserva deixa mais uma vez claro de que lado o governo de Bolsonaro está na crise venezuelana: “A política do Brasil no que se refere à Venezuela é muito clara: o Brasil não reconhece a legitimidade do governo Maduro, reconhece Guaidó” como legítimo presidente do país, disse Mourão.

Na opinião do vice-presidente brasileiro, “Maduro está sendo mantido no poder graças à continuidade do apoio de partes das Forças Armadas venezuelanas, com o suposto envolvimento da inteligência cubana, e à proteção nas ruas de milícias armadas”.

Leia a íntegra

error:
0