Familiares de vítimas de Slobodan Milosevic pedem revogação de Nobel a Peter Handke | Claudio Tognolli

A associação Mães de Srebrenica, criada por familiares de vítimas do ditador sérvio Slobodan Milosevic, entrou com um pedido para que o prêmio Nobel de Literatura concedido ao escritor austríaco Peter Handke seja revogado.

Handke foi um ardoroso defensor dos sérvios na Guerra da Bósnia. Ele não apenas aceitou ser condecorado pelo ex-presidente da Sérvia como ainda discursou em seu enterro, em 2006.

As Mães de Srebrenica, cidade bósnia onde mais de 8 mil homens e meninos muçulmanos foram mortos em 1995, somam-se a países como Bósnia e Herzegovina, Kosovo e Albânia, que também se recusaram a aceitar o Nobel dado a Handke.

Uma petição online pedindo a retirada do prêmio de Handke já recebeu mais de 20 mil assinaturas em 24 horas.

Munira Subasic, presidente da associação, disse ao site da rede de TV Al Jazeera que elas estavam ofendidas por ouvir que um homem que “espalhou o ódio e escreveu falsidades” recebeu um prêmio desta magnitude.

“Milosevic foi seu ídolo. Milosevic, que entrou para a História como o açougueiro do século XX, que deu sinal verde para o genocídio. Que tipo de mensagem é essa? Eles estão mandando a mensagem que o prêmio Nobel é dado aqueles que apoiam quem matou muçulmanos no fim do século passado? O mundo é tão injusto assim? O mundo odeio tanto os muçulmanos assim”, protestou.

error:

Notice: Undefined index: prnt_scr_msg in /var/www/wp-content/plugins/wp-content-copy-protector/preventer-index.php on line 171