Estados Unidos aos ataques de Bolsonaro que resultaram na saída de médicos cubanos do programa Mais Médicos, e usa o termo ”bromance”, usado para descrever uma relação próxima, não sexual, entre homens; – Claudio Tognolli

 A revista americana Newsweek publicou reportagem destacando o alinhamento entre o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. 

A publicação relata os elogios do Conselho de Segurança Nacional dos Estados Unidos aos ataques de Bolsonaro que resultaram na saída de médicos cubanos do programa Mais Médicos, e usa o termo ”bromance”, usado para descrever uma relação próxima, não sexual, entre homens.

”Elogiamos o presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, por tomar posição contra o regime cubano por violar os direitos humanos de seu povo, incluindo médicos enviados para o exterior em condições desumanas”, publicou o órgão da presidência dos EUA.

Segundo a Newsweek, a troca de mensagens ”é uma demonstração recente de afeto entre a Casa Branca e o presidente eleito do Brasil. Um dia depois da vitória de Bolsonaro em 28 de outubro, Trump twittou que ele ‘teve uma boa conversa com o recém-eleito presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, que venceu sua disputa por uma margem substancial’. Ele então acrescentou que “nós concordamos que o Brasil e os Estados Unidos trabalharão juntos em comércio, forças armadas e tudo mais! Desejo-lhe parabéns”.

error:
0