'Estadão' critica em editorial militância bolsonarista nas redes sociais | Claudio Tognolli

Em editorial, o jornal O Estado de S.Paulo critica a militância bolsonarista que atua nas redes sociais para hostilizar o que chama de “velha política”. O jornal adverte Bolsonaro, que “atiça” essa militância. Tal atitude, de acordo como editorial, “prejudica os esforços de entendimento feitos para obter apoio no Congresso”.

Para reforçar sua argumentação, O Estado de S.Paulo se apoia nos dados de uma pesquisa da Diretoria de Análises de Políticas Públicas da FGV do Rio de Janeiro. “Segundo o seu coordenador, Marco Aurélio Ruediger, pela primeira vez desde setembro percebeu-se nas redes uma fissura do campo da centro-direita. ‘Qualquer negociação é vista como algo nocivo, quando deveria ser o contrário’, disse Ruediger”.

O especialista comparou essa militância a uma matilha: “Quando as matilhas nas redes atacam determinados personagens que são chave nos processos políticos, isso bloqueia a possibilidade de sucesso da própria pauta que o governo propõe.”

Para O Estado de S.Paulo, o episódio “paradigmático” disse foi “o entrevero entre o presidente da República e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, em fins de março”.

Leia a íntegra

error:
0