Esposa viu homem ser espancado até a morte por seguranças do Carrefour | Claudio Tognolli

Metrópoles

“Quando cheguei, ele já estava imobilizado. Ele pediu ajuda, quando fui, os seguranças me empurraram”, disse mulher da vítima

ATUALIZADO 20/11/2020 10:24

Milena Borges Alves, 43 anos, afirmou que o marido, João Alberto Silveira Freitas, 40, pediu ajuda antes de ser morto após ser espancado por seguranças do supermercado Carrefour, em Porto Alegre (RS), na noite dessa quinta-feira (19/11).

“Eu estava pagando no caixa. Ele desceu na minha frente. Quando cheguei, ele já estava imobilizado. Ele pediu ajuda, quando fui, os seguranças me empurraram”, disse a mulher à Rádio Gaúcha na manhã desta sexta-feira (20/11

error: