EMENDA SOBRE EQUIPARAÇÃO DA POLÍCIA CIVIL DO DF COM A FEDERAL É REJEITADA – Claudio Tognolli

Ao votar a Medida Provisória que cria o Ministério de Segurança Pública nesta quarta-feira (13), a Câmara dos Deputados rejeitou emenda do deputado Laerte Bessa (PR-DF) que equiparava o regime estatutário da Polícia Civil do Distrito Federal a de servidores públicos federais.

O destaque do parlamentar foi criticada pelo governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB). Em seu perfil no Twitter, ele afirmou que a proposta gera prejuízo, pois interfere no recurso do Fundo Constitucional, que banca os salários da segurança.

“Se a Câmara Federal aprovar emenda que será votada agora do deputado Laerte Bessa vai retirar mais de 1 bilhão de reais do Fundo Constitucional da educação e da saúde!”.

Durante a votação, Laerte Bessa reagiu e se pronunciou ao vivo. “Esse R$ 1 bilhão ele gasta com fofoca do GDF, e agora ele está emitindo na rede social para dizer que Brasília está perdendo”, disse. Após de manifestar, ele xingou o governador. “Mentira desse governador pilantra, safado, que mente há três anos e meio”.

error:
0