Em artigo, Mourão ataca imprensa e mostra alinhamento com Bolsonaro | Claudio Tognolli

Em artigo publicado no jornal O Estado de S.Paulo nesta quinta-feira (19), sobre a crise do coronavírus, o general vice-presidente Hamilton Mourão atacou a imprensa e mostrou alinhamento a Jair Bolsonaro.

De acordo com o general, o mal está não na má conduta do ocupante do Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro, mas em fatores alheios ao governo.

No artigo, ele quis orientar a imprensa sobre como cobrir os fatos: “A imprensa, a grande instituição da opinião, precisa rever seus procedimentos nesta calamidade que vivemos. Opiniões distintas, contrárias e favoráveis ao governo, tanto sobre o isolamento como a retomada da economia, enfim, sobre o enfrentamento da crise, dev em ter o mesmo espaço nos principais veículos de comunicação. Sem isso teremos descrédito e reação, deteriorando-se o ambiente de convivência e tolerância que deve vigorar numa democracia.”

O vice-presidente volta suas baterias também contra governadores, magistrados e legisladores “que esquecem que o Brasil não é uma confederação, mas uma federação, a forma de organização política criada pelos EUA em que o governo central não é um agente dos Estados que a constituem, é parte de um sistema federal que se estende por toda a União”.

O general Hamilton Mourão prega limites para as autoridades locais e legisladores e se alinha aos argumentos de Jair Bolsonaro contra as indispensáveis medidas de prevenção e controle da epidemia no Brasil.

Leia a íntegra.

error: