Doria diz que Bolsonaro está obcecado com morte de miliciano e cometeu leviandade contra Rui Costa | Claudio Tognolli

O governador de São Paulo, João Doria, disse que foi uma leviandade e uma crítica injusta a acusação de Jair Bolsonaro de que o governador da Bahia, Rui Costa, teria premeditado a ação da polícia que matou o miliciano Adriano da Nobrega, no último dia 9, em Esplanada, no interior do estado.

Para Doria, fazer a acusação sem prova de que o governador da Bahia teria sido o deflagrador da morte do miliciano é uma leviandade. “Hoje é com o governador da Bahia, amanhã com o do Rio, depois de amanhã com o do Rio Grande do Sul e, daqui a duas semanas, com o governador de São Paulo — afirmou Doria”.

Indagado por jornalistas se Bolsonaro estaria obcecado pela morte de Adriano da Nóbrega, termo usado por Rui Costa, Doria respondeu que “acha que sim”, informa O Globo.

No Rio de Janeiro, o chefe do governo paulista se encontrou com o governador do Rio de Janeiro e o ex-ministro da Secretaria Geral da Presidência da República, Gustavo Bebianno, ambos desafetos de Bolsonaro.

error: