Deputado sugere filme de ministros do STF viciados em cocaína | Claudio Tognolli

O deputado federal Bibo Nunes (PSL-RS) criticou a decisão do presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli, que derrubou a censura contra o especial de fim de ano do grupo Porta dos Fundos e veiculado pela Netflix.

“Eu quero saber se for produzido um filme pela produtora Porta dos Fundos, mostrando o Presidente do STF como gay e os outros Ministros como viciados em cocaina, se vão aceitar como cultura? E se vão querer impedir que a Netflix exiba o filme! Que façam esse filme!!! E aí???”, escreveu o parlamentar no Twitter.

A Associação Centro Dom Bosco de Fé e Cultura afirmou que vai recorrer da decisão do ministro-presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, que suspendeu a censura estabelecida por um desembargador do Rio para retirar do ar o especial de Natal da produtora Porta dos Fundos. Na peça, que seria exibida pela Netflix, Jesus Cristo é apresentado como homossexual.

Em sua decisão, Toffoli destacou que o STF já firmou entendimento sobre a liberdade de expressão. “Não se descuida do respeito à fé cristã (assim como de todas as demais crenças religiosas ou a ausência dela). Não é de se supor, contudo, que uma sátira humorística tenha o condão de abalar valores da fé cristã, cuja existência retrocede há mais de 2 mil anos (…)”, escreveu o ministro.

error:

Notice: Undefined index: prnt_scr_msg in /var/www/wp-content/plugins/wp-content-copy-protector/preventer-index.php on line 171