Denunciada pelo Gedec, ex-fiscal de São Paulo é condenada por lavagem de dinheiro | Claudio Tognolli
Judiciário impôs a Elina Kour pena de 13 anos de prisão

Denunciada pelo promotor de Justiça Marcelo Mendroni, do Grupo Especial de Repressão a Delitos Econômicos (Gedec), Elina Paula Cures Kour foi condenada por lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio perante a Receita Federal. Os delitos, praticados de forma continuada pela ex-fiscal da Prefeitura de São Paulo, resultaram em uma pena de e 13 anos, um mês e seis) dias de reclusão, em regime inicial fechado, mais pagamento de multa. A mesma sentença decretou a perda de dois apartamentos da ré, além do valor de R$ 192.922,47.

Na denúncia, foram elencadas evidências da prática de crimes contra a administração pública, mais especificamente de corrupção ou concussão praticada pela então funcionária pública municipal contra dirigentes de várias empresas, como colégios, supermercados e shopping center. Segundo o Gedec, Elina cobrou propinas dos responsáveis pelas companhias e, em troca, deixava de lançar valores referentes ao IPTU.

Ainda de acordo com o apurado, entre 2007 e 2015, a ré movimentou um total de R$ 19.175.839,36, valor absolutamente incompatível com seu salário.

Em relação a imóveis adquiridos pela ré, Mendroni destacou na denúncia que não há origem justificada para os pagamentos da maioria dos valores utilizados para a quitação das unidades. “Além disso, houve nítidas divergências nas declarações de valores aquisições/vendas, em demonstração de manobras de dissimulação de valores para a lavagem de dinheiro através destes bens”.

 

error: