Deltan contrata advogado de doleiro da Lava Jato contra Gilmar Mendes | Claudio Tognolli

O procurador Deltan Dallagnol recorreu aos serviços de um velho conhecido da operaçõa Lava Jato na ação que move contra a União por danos morais supostamente causados a ele pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal.

Trata-se do advogado Pedro Henrique Xavier, que defendeu o doleiro Carlos Habib Chater, dono do Posto da Torre, que originou a operação Lava Jato. Preso na primeira fase da Lava Jato, em março de 2014, o doleiro foi condenado a mais de 11 anos de prisão, mas obteve a progressão de pena e hoje encontra-se no regime aberto. O processo transitou em julgado no Supremo Tribunal Federal.

Na ação, Deltan alegou ter sofrido “reiteradas ofensas” do ministro Gilmar Mendes. Ele pede R$ 59 mil de indenização por danos morais. O pedido de indenização explica que ele é dirigido contra a União porque Gilmar, pode ser ministro do STF, é considerado agente público e as manifestações foram dadas no exercício de sua função. Caso perca, o ministro será cobrado pela União em uma ação de regresso.

error:

Notice: Undefined index: prnt_scr_msg in /var/www/wp-content/plugins/wp-content-copy-protector/preventer-index.php on line 171