Da Conjur

Dez partidos assinaram, nesta terça-feira (5/6), termo de compromissoprometendo não divulgar durante o ano eleitoral as chamadas fake news— notícias falsas, distorcidas e descontextualizadas que se disseminam principalmente nas redes sociais.

Das 35 legendas convidadas pelo Tribunal Superior Eleitoral, concordaram com o acordo as seguintes: DEM, PCdoB, PSDB, PDT, PRB, PSC, PSD, PSL, Psol e Rede.

Todas se comprometem a “manter o ambiente de higidez informacional, de sorte a reprovar qualquer prática ou expediente referente à utilização de conteúdo falso no próximo pleito, atuando como agentes colaboradores contra a disseminação de ‘fake news‘ nas eleições 2018″. O documento não fixa punições caso algum partido descumpra a cláusula.

“O objeto do termo é trazê-los para a nossa companhia para que possamos ter uma eleição limpa, ética, com uma democracia exemplar, no sentido de que nós possamos presidir uma eleição limpa, ética, uma eleição da qual o povo brasileiro possa se vangloriar e possa dizer que efetivamente que o Brasil tem uma democracia exemplar”, disse o presidente do TSE, ministro Luiz Fux.

Ele afirmou que a Justiça Eleitoral tem órgãos preparados para lidar com as notícias falsas, inclusive na repressão. Fux declarou ainda que países com democracias “bastante aperfeiçoadas” já tiveram o mesmo problema, que se trata de uma preocupação mundial.

error:
0