Congresso dos EUA aprova pacote de US$ 900 bi contra efeitos da pandemia | Claudio Tognolli

Deutsche Welle

Capitólio do Congresso dos EUA, em WashingtonO Congresso dos EUA aprovou de forma categórica um segundo pacote de auxílio financeiro contra a crise da covid-19

O Congresso dos EUA aprovou na segunda-feira (21/12) um novo pacote de quase 900 bilhões de dólares de estímulo contra os efeitos da crise gerada pela pandemia do novo coronavírus. O pacote inclui auxílio à parcela da população mais vulnerável e a pequenos empresários e um fundo para a distribuição de vacinas contra a covid-19.

O acordo de alívio financeiro recebeu apoio maciço de democratas e republicanos e foi aprovado em ambas as câmaras do Congresso. O Senado aprovou o projeto com 91 votos a favor e sete contra, poucas horas depois de a Câmara dos Representantes ter dado seu aval com 359 a favor e 53 contra. A Casa Branca confirmou que o presidente Donald Trump vai sancionar o projeto.

O pacote de emergência foi incluído na lei de despesas para financiar a administração federal até setembro de 2021. Democratas e republicanos negociavam há meses, e vários projetos foram rejeitados em votações.

Trata-se de um segundo pacote destinado ao combate dos efeitos econômicos da covid-19. Em março, os EUA aprovaram um pacote de 2,2 trilhões de dólares  – cujos fundos vêm se esgotando.

Aluguéis, desempregados, vacinas

Entre os pontos mais marcantes do texto do novo pacote aprovado estão os pagamentos diretos a cidadãos, auxílio para aluguéis e para desempregados. A iniciativa também inclui um parcela de 69 bilhões de dólares destinados à distribuição de vacinas e programas de testes.

Adultos que tiveram um rendimento anual abaixo de 75 mil dólares em 2019 (150 mil dólares em caso de casais) receberão uma parcela de 600 dólares. Cerca de 25 bilhões de dólares foram reservados para apoiar inquilinos que estão com dificuldades para quitar seus aluguéis. Foi estendida também até o fim de janeiro a proibição de despejo de pessoas que deixaram de pagar seus aluguéis.

O governo distribuirá um auxílio extra a desempregados de 300 dólares por semana, mesmo para aqueles cidadãos que não são elegíveis para o seguro-desemprego tradicional. Trabalhadores autônomos receberão um adicional de 100 dólares semanais.

Segundo maior pacote da história americana

O pacote aprovado na segunda-feira é o segundo maior de estímulo econômico da história dos EUA, após o de 2,3 trilhões de dólares aprovado em março. No entanto, o novo projeto deve entrar na história como sendo o mais longo já redigido no país. Alguns legisladores expressaram frustração ao observarem que era extremamente difícil ler os detalhes do extenso projeto de lei de 5.593 páginas.

O presidente eleito dos EUA, Joe Biden, expressou o seu apoio à aprovação do pacote de quase 900 bilhões de dólares, mas afirmou também que o montante não será suficiente e que serão necessários mais fundos. Ao longo do ano, os democratas tentaram passar um pacote de emergência de 3 trilhões de dólares, mas republicanos e a Casa Branca vetaram.

Os Estados Unidos superaram a marca de 18 milhões de casos de infecção pelo coronavírus nesta quarta-feira, segundo dados da universidade americana Johns Hopkins. O país já registrou mais de 319 mil mortes relacionadas à covid-19.

error: