Começa pacto FHC Haddad – Claudio Tognolli

O candidato da frente democrática a presidente, Fernando Haddad (PT), afirmou neste domingo, 14, que não há qualquer dificuldade em receber o apoio do PSDB e do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na luta para manter o regime democrático brasileiro a salvo do fascismo.  

Se existe uma porta que deve ser aberta em nome da democracia, como chefe do Executivo, todos têm a obrigado de abrir esta porta, para que as normas democráticas se imponham à violência”, disse Haddad em entrevista a jornalistas. “Uma porta não é obstáculo para defender o País da ditadura, da tortura”. 

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou, em entrevista ao jornalista Pedro Venceslau, que Jair Bolsonaro representa a negação de todos os seus valores. Ele diz que existe uma porta para o diálogo com Haddad, mas que ainda não está aberta. Em relação à implosão do PSDB e a briga entre João Doria e Geraldo Alckmin, FHC escolhe o lado do ex-governador que ele garante não ser traidor – o que Doria talvez seja (leia mais)

error:
0