Começa a fritura do porta-voz da Presidência da República, general Otávio do Rêgo Barros | Claudio Tognolli

O porta-voz da Presidência da República, general Otávio do Rêgo Barros, visto como um “moderado”,  tem sido atacado dentro do governo e por alguns dos expoentes do bolsonarismo, inclusive Carlos Bolsonaro.

Barros comandou a comunicação do Exército na gestão de Eduardo Villas Bôas e, agora, é alvo de críticas do deputado Marco Feliciano (Podemos-SP) e das indiretas do  vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro (PSC), filho do presidente.

As informações são do jornal O Globo, que destaca as críticas aos cafés da manhã do presidente com a imprensa.

A avaliação é de que a estratégia, elaborada por Rêgo Barros, é ineficaz para melhorar a imagem do presidente e transmitir a ideia de que é Bolsonaro quem lidera os esforços para o país avançar.

Carlos Bolsonaro tem atacado a estratégia de Barros de manter encontros periódicos entre o presidente e jornalistas. Na ultima sexta-feira, o vereador atacou a iniciativa e a imprensa: “Por que o Presidente insiste no tal café da manhã semanal com ‘jornalistas’? Absolutamente tudo que diz é tirado do contexto para prejudicá-lo. Sei exatamente o que acontece e por quem, mas não posso falar nada porque senão é ‘fogo amigo’”.

Ainda que até agora Bolsonaro tenha defendido o general dos ataques de Feliciano e Carlos, afirmando que Rêgo Barros o trata “com muito zelo, muita preocupação”, o jornal aponta que “não são raras as vezes em que o presidente chama a atenção do subordinado por discordar do tom de algum pronunciamento.

Também já ocorreram situações em que, no meio de um briefing de imprensa, Bolsonaro muda de opinião sobre um determinado tema, deixando Rêgo Barros em saia justa”.

Reportagem das jornalistas Ana Clara Costa e Renata Vieira publicada nesta segunda-feira (22) relata diversos episódios do mal-estar que pode levar à demissão do porta-voz

error:

Notice: Undefined index: prnt_scr_msg in /var/www/wp-content/plugins/wp-content-copy-protector/preventer-index.php on line 171