Com rumores sobre Parkinson, jornal diz que Putin planeja renunciar; Kremlin diz que notícia é ‘absurda’ | Claudio Tognolli

 O presidente da Rússia, Vladimir Putin, estaria prevendo deixar o cargo no próximo ano supostamente por causa da doença de Parkinson, publicou o jornal britânico The Sun.

Em entrevista ao veículo, o cientista político de Moscou Valery Solovei afirmou que a namorada de Putin, Alina Kabaeva, e suas duas filhas o estão pressionando para deixar o cargo. A notícia também foi reportada no NY Post.

O governo russo, porém, se manifestou e negou a informação. A resposta foi dada por Dmitry Peskov, porta-voz do Kremlin. Ele disse que a notícia era um “absurdo completo” e assegurou que está tudo bem com o presidente. Também negou que ele tenha intenção de renunciar ao cargo por qualquer motivo.

error: