China ameaça retaliar se todos os seus jornalistas nos EUA forem obrigados a deixar o país | Claudio Tognolli

A China “tomará medidas de retaliação” se todos os seus jornalistas nos Estados Unidos forem obrigados a deixar os EUA, de acordo com o editor do Global Global Times, Hu Xijin.

“Como o lado norte-americano não renovou o visto para jornalistas chineses, o lado chinês se preparou para o pior cenário, no qual todos os jornalistas chineses precisam sair dos Estados Unidos”, escreveu o jornalista no Twitter.

“Se isto ocorrer, o lado chinês retaliará, mesmo contra jornalistas americanos de Hong Kong”, acrescentou o editor-chefe.

Em 11 de maio, entraram em vigor as novas regras do Departamento de Segurança Interna dos EUA, limitando os vistos para jornalistas chineses a 90 dias.

Em junho, o governo Trump classificou quatro grandes meios de comunicação chineses como missões estrangeiras – China Central Television, China News Service, People’s Daily e Global Times – que se juntaram a outras cinco agências de notícias chinesas, incluindo Xinhua e China Global Rede de Televisão, cujo status foi revisado em fevereiro.

Pequim respondeu revogando as credenciais de imprensa de jornalistas americanos que trabalhavam na China para o The Wall Street Journal, o New York Times e o Washington Post, informa RT.
 

error: