Celebridades promovem doações para combater pandemia | Claudio Tognolli

Deutsche Welle

Seguindo o exemplo de artistas estrangeiros, como o cantor Justin Bieber e o ator Leonardo Di Caprio, celebridades e empresários brasileiros têm doado parte de suas fortunas ou usado sua visibilidade para angariar fundos no combate ao novo coronavírus.

A apresentadora Xuxa Meneghel anunciou uma doação de 1 milhão de reais ao SUS, além da distribuição de 300 mil sabonetes de sua marca para comunidades carentes da cidade do Rio de Janeiro.

A cantora Ivete Sangalo doou mil camas e 5 mil peças de roupas para uma unidade de combate ao coronavírus e acolhimento à população carente contaminada em Salvador.

Liderado por Paula Lavigne e Caetano Veloso, o coletivo 324 Artes lançou uma campanha de financiamento coletivo com o objetivo de apoiar quatro instituições de comunidades cariocas: Coletivos Papo Reto, Voz da Comunidade, Rocinha Resiste e Redes da Maré.

Controladoras do Magazine Luiza, as famílias Trajano e Garcia anunciaram a doação de 10 milhões de reais para o SUS. O valor será usado para comprar equipamentos, como respiradores artificiais, além da aquisição de leitos, colchões e travesseiros para equipar hospitais públicos e filantrópicos de todo o país.

Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, doou 135 mil reais para aquisição de dois respiradores e dois monitores cardíacos para um hospital de Brusque, em Santa Catarina.

No exterior, celebridades também promovem ajuda

Justin Bieber foi um dos primeiros artistas internacionais a se empenhar no combate à pandemia. Em fevereiro, o cantor canadense fez uma doação, cujo valor não foi divulgado, para a Chunmiao Children Aid Foundation, ONG chinesa que cuida de crianças.

Na Itália, a estilista Donatella Versace e sua filha, Allegra Versace Beck, deram 200 mil euros para o hospital de San Raffaele, em Milão, para auxiliar a combater a escassez de suprimentos.

O jogador de futebol Lionel Messi, do Barcelona, doou 1 milhão de euros para dois hospitais, um da Catalunha, na Espanha, e outro de sua cidade natal, Rosário, na Argentina.

A cantora Rihanna doou, por meio de sua fundação, a Clara Lionel Foundation, 5 milhões de dólares a diversas entidades de diferentes países, entre elas a Organização Mundial da Saúde (OMS).

O ator Leonardo Di Caprio, juntamente com a executiva Laurene Powell Jobs, a Fundação Ford e a Apple, criou o America’s Food Fund (Fundo de Alimentos da América), que já arrecadou 12 milhões de dólares. A verba será usada para ajudar famílias de baixa renda, desempregados, idosos, e crianças que dependem de merenda escolar.

Há cerca de um mês, o diretor do filme ganhador do Oscar “Parasita”, Bong Joon-ho, e o cantor Suga, da banda de k-pop BTS, doaram cada um cerca de 82 mil dólares para a compra e distribuição álcool em gel de e máscaras na Coreia do Sul.

Também fazem parte da lista de benfeitores os cantores Justin Timberlake, Ricky Martin e Shawn Mendes, as cantoras Lady Gaga, Selena Gomez e Dolly Parton, as atrizes Penélope Cruz e Blake Lively e o ator Ryan Reynolds.

error: