Caixa preta do BNDES: por que o banco continua sócio da JBS, que tantos crimes praticou? | Claudio Tognolli

Poucas horas antes da posse de Joaquim Levy no BNDES, o presidente da República Jair Bolsonaro reforçou via Twitter que seu governo quer levantar a “caixa-preta” do banco, assim como de outros órgãos públicos. Para Levy, “uma caixa preta só é preta enquanto não se decripta o que está ali dentro”, acrescentando que isso “tem que ser feito de maneira institucional”.

A atuação do BNDES é criticada por oferecer crédito a grandes empresas, que poderiam conseguir o dinheiro junto a bancos tradicionais, e também pela falta de transparência de seus contratos. O banco pode devolver neste ano R$ 100 bilhões ao Tesouro Nacional A instituição tem ainda uma dívida de R$ 260 bilhões para pagar ao Tesouro.

Levy não detalhou quais são os planos do BNDES para acelerar a devolução de recursos emprestados pelo Tesouro ao banco, como quer o novo governo. O BNDES está devolvendo, com juros, os R$ 416 bilhões tomados junto ao Tesouro entre 2008 e 2014. Os recursos foram usados em ações de estímulo econômico após a crise financeira global. Em 2018, o BNDES devolveu R$ 130 bilhões.

Transparência é um compromisso com a sociedade, o governo tem uma promessa. Parte importante disso vai ser organizar melhor os dados, que já existem, alguns deles já estão disponíveis, mas de uma maneira que fica difícil para a maior parte das pessoas entenderem — disse Levy em entrevista coletiva após sua cerimônia de posse no banco. — A gente não vai ficar só olhando para o passado, mas eu tenho que também ter clareza em relação ao passado.

De acordo com Levy, a ideia é continuar a colaboração do BNDES com os órgãos de controle. Perguntado por jornalistas sobre as críticas de Bolsonaro à suposta “caixa-preta” do banco, o novo presidente defendeu que a maior transparência sirva de base para a criação de novas regras de governança:

— Uma caixa preta, ela é preta enquanto não se decripta o que está ali dentro. Em geral, você abre a caixa preta depois de um acidente, um desastre, e você vai tentar descobrir o que aconteceu. Isso tem que ser feito de maneira institucional, e, principalmente, queremos que isso sirva de base para continuar desenvolvendo novas regras de governança. É um tema ao qual certamente a gente vai se dedicar e desenvolver.

Agora a questão: O Tesouro está pedindo para o BNDES devolver esses bilhões!
Se o BNDES vender as ações de empresas que estiveram envolvidas em corrupção, que estão na sua carteira, isso daria uma bela contribuição!

O BNDES tem 21% das ações da JBS! Não precisa nem atacar! E de conhecimento público, está na delação do Joesley, que eles compraram diversos agentes públicos! Porque o BNDES continua sócio de uma empresa que praticou crimes????

error:
0