Brasil registra 1.071 mortes e 39.023 casos de covid-19 em 24 horas | Claudio Tognolli

Deutsche Welle

Brasilien I Rio de Janeiro I Präsident Bolsonaro I COVID-19 (picture-alliance/AA/F. Teixeira)

O Brasil registrou 1.071 mortes por covid-19 e 39.023 casos confirmados da doença nas últimas 24 horas, segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) divulgados neste sábado (11/07).

O total acumulado de infecções no país chegou a 1.839.850, e o de óbitos soma 71.469. Diversas autoridades e instituições de saúde em todo o país alertam, porém, que os números reais devem ser ainda maiores, em razão da falta de testes em larga escala e da subnotificação.

São Paulo é o estado brasileiro mais atingido pela epidemia, com 366.890 casos e 17.702 mortes. O número de infectados no território paulista supera até mesmo os registrados em países europeus duramente atingidos pela crise de covid-19, como Reino Unido, Espanha e Itália.

O Ceará é o segundo estado brasileiro em número de casos, somando 135.945, e o terceiro em número de mortos, com 6.853 vítimas. Já o Rio de Janeiro tem 129.675 infecções e 11.406 óbitos, o que o coloca atrás de São Paulo como o segundo estado com mais mortes.

Segundo o Conass, a taxa de letalidade por grupo de 100 mil habitantes no Brasil é atualmente de 3,9% e a de mortalidade é de 34,0. A taxa de incidência na mesma proporção da população é de 875.5.

Em números absolutos, o Brasil é o segundo país do mundo com mais infecções e mortes por coronavírus, atrás apenas dos Estados Unidos, que somam 3,2 milhões de casos e mais de 134 mil óbitos.

error: