Bolsonaro manda AGU recorrer de decisão que determinou reativação de radares nas rodovias federais | Claudio Tognolli
speed control camera in the urban at bridge crossing.

Jair Bolsonaro determinou que a Advocacia-geral da União recorra da decisão do juiz substituto Marcelo Monteiro, da 1ª Vara da Seção Judiciária do Distrito Federal, que derrubou a decisão do Executivo que suspendia o uso de radares móveis, estáticos e portáteis nas rodovias federais de todo o país.

“Você é a favor da volta dos radares móveis nas rodovias federais? Determinei à AGU recorrer da decisão judicial de 1a. instância”, postou Bolsonaro nas redes sociais nesta quinta-feira (12).

Em sua decisão, o juiz federal deu um prazo de 72 horas para que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) reative os equipamentos e estabeleceu uma multa diária à União de R$ 50 mil caso a decisão seja descumprida.

De acordo com a ação do Ministério Público Federal que balizou a decisão do magistrado, ao suspender o uso dos radares nas rodovias federais o poder publico deixa de cumprir o dever de preservar e fiscalizar a segurança no trânsito, sendo imprescindível a realização de estudos técnicos que antecedam decisões do gênero.

error: