Bolsonaro defende alvos de ação que investiga fake news e ataques a ministros. 'Não teremos outro dia igual a ontem' | Claudio Tognolli

O Globo

BRASÍLIA — O presidente Jair Bolsonaro defendeu nesta quinta-feira os alvos da operação realizada desta quarta-feira, por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), que apura fake news e ataques contra ministros da Corte. Bolsonaro disse que os investigados — que são seus apoiadores — não são “bandidos”.

— Não são bandidos, não são marginais, não são traficantes. Muito pelo contrário — disse Bolsonaro, na saída do Palácio da Alvorada.

 

Bolsonaro afirmou que foi um “dia triste”, mas disse que será o “último”.

— Mais um dia triste na nossa história. Mas o povo tenha certeza, foi o último dia triste — disse o presidente, acrescentando depois: — Repito, não teremos outro dia igual ontem. Chega. Chegamos no limite. Estou com as armas da democracia na mão. Eu honro o juramento que fiz quando assumi a presidência da República.

 

error: